terça-feira, 22 de novembro de 2011

Smartphone e segurança

A criatividade da bandidagem parece não ter limites: de uns tempos a esta parte, usuários de smartphones com sistema Android vêm recebendo falsos alertas dando conta da necessidade de “atualizar a bateria”, mas que na verdade os levam a instalar um software malicioso (em certos casos, basta tocar no anúncio para abrir o navegador e baixar o programinha suspeito).
Segundo os especialistas em segurança, essa artimanha se enquadra na categoria do “scareware” (saiba mais em http://fernandomelis.blogspot.com/2010/03/falando-nisso.html), e a bateria é usada como “isca” porque sua autonomia é uma preocupação comum entre os usuários.
Naturalmente, a instalação do aplicativo não traz qualquer benefício, servindo apenas para coletar dados como o número da linha (lista de contatos, nome e endereço de e-mail do proprietário e IMEI do aparelho) e permitir aos criminosos criar clones gerar chamadas e mensagens de texto.
Convém desconfiar sempre de mensagens não solicitadas (em caso de dúvida, entre em contato com o fabricante ou com a sua operadora), manter um software de proteção, atentar para as permissões que os aplicativos solicitam durante a instalação e ficar esperto diante de quaisquer sinais de comportamento anormal do aparelho (se ele passar a enviar mensagens, e-mails ou fazer ligações por conta própria, é provável que esteja infectado).
Bom dia a todos e até mais ler.

Postar um comentário