sexta-feira, 31 de agosto de 2012

ULTRABOOKS, ETEHERNET e humor de sexta-feira


Configurações “de responsa” a preços cada vez mais baixos fazem dos portáteis a opção ideal para substituir o tradicional PCs de mesa.
Vale lembrar, por oportuno que com exceção do Toshiba Sattelite, nenhum dos Ultrabooks atualmente disponíveis no mercado formal inclui uma porta Ethernet, e considerando que a conexão cabeada é mais estável e veloz do que a wireless, isso pode fazer uma bruta diferença.
 
Observação: Conectando via cabo, eu supero os 30 Mbps previstos pelo meu plano de banda larga (Speedy fibra óptica), mas usando a conexão wireless, a velocidade cai pela metade, ainda que a distância entre meu note e o roteador seja de apenas 50 cm.
 
Claro que é possível “quebrar o galho” com um adaptador, mas a portinha USB que será comprometida poderá fazer falta quando você precisar plugar um HD externo, pendrive ou qualquer outro periférico. Então, antes de sacar seu poderoso cartão de crédito, analise cuidadosamente os recursos e funcionalidades do aparelho que você tem em vista.

Observação: Um roteador wireless estrategicamente posicionado permite acessar a Internet e navegar na Web em qualquer parte da casa, inclusive à beira da piscina ou debaixo das cobertas (conforme as condições meteorológicas, naturalmente), razão pela qual muita gente costuma deixar a conexão disponível 24/7. No entanto, vale lembrar que essa prática facilita o acesso não autorizado de pessoas que morem perto ou andem pelas imediações (para saber como evitar esses “caronistas”, clique aqui), sem mencionar que é interessante reiniciar o computador – de maneira a dar um “refresh” no Windows – e resetar o modem – para prevenir erros de DNS – pelo menos uma vez por semana.

Passemos agora à piadinha de final de semana:

Certo ex-presidente brasileiro morreu e foi para o Céu... Chegando lá, após breve entrevista, São Pedro recomendou que ele ficasse quinze dias na ala dos filósofos, para aprimorar sua cultura... No dia seguinte, repensando a decisão que havia tomado, o santo Porteiro do Céu foi até a ala dos filósofos e, pela fresta da janela, surpreendeu Confúcio profundamente irritado, dedo em riste, esbravejando para o estadista em questão:
-Preste muita atenção, pois esta é a última vez que eu repito Platão não é aumentativo de prato; epístola não é a mulher do apóstolo; eucaristia não é o aumento do custo de vida; cristão não é um cristo grandão; encíclica não é bicicleta de uma roda só; quem tem parte com o diabo não é diabético; quem trabalha na Nasa não é nazista; Annus Domini nada tem a ver com o cu do Papa e, finalmente, meu nome é Confúcio... Companhêro Pafúncio é a PUTA QUE O PARIU!

Tenham todos um ótimo final de semana.
Postar um comentário