quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Windows 7 (conclusão)

Conforme dissemos na postagem anterior, usuários do Vista podem migrar para o Seven mediante um “simples” upgrade, mas quem ainda usa o XP terá de fazer a instalação completa (customizada). Nesse caso, é bom estar preparado para problemas relacionados com drivers, notadamente das placas de vídeo, som e rede, mouse e teclado sem fio, impressoras e scanners (aliás, nada muito diferente do que ocorreu quando do lançamento do XP, como muita gente deve estar lembrada).
Convém ter em mente que atualizações de SO podem se tornar um pesadelo caso o usuário não se adapte ao novo ambiente ou seus programas e/ou dispositivos se recusem a funcionar. Por conta disso, é sempre bom criar uma imagem ISO do HD com a versão atual do Windows e demais aplicativos, arquivos pessoais e outros que tais. Para tanto, o Norton Ghost, da Symantec, é uma excelente opção, embora freewares como o Macrium Reflect (www.macrium.com/ReflectFree.asp) dêem conta do recado.
Concluído o backup, configure o Setup para dar o boot pela unidade de DVD, reinicie o computador com a mídia do Seven no drive e siga as instruções nas telas. Caso você já tenha verificado a compatibilidade de seu equipamento (recomendável), clique em Instalar agora, aceite os termos do contrato e indique ao assistente o tipo de instalação que deseja realizar (atualização ou customização, conforme o caso). Se lhe for solicitado escolher uma partição, indique aquela que contém a versão atual do sistema.
Numa instalação completa, você será avisado de que perderá a versão atual do Windows, mas não os seus arquivos (que serão movidos para uma nova pasta denominada C:/Windows.old). Ao final do processo (que pode demorar mais de uma hora), seu computador será reiniciado já com a nova versão do sistema ativa e operante.
Se os ícones aparecerem muito grandes na tela, dê um clique direito num ponto vazio da área de trabalho e selecione Resolução de tela para solucionar o problema (talvez seja preciso rever essa configuração posteriormente, depois de reinstalar o drive de sua placa gráfica). Clique então sobre a bandeirinha que aparece na área de notificação do sistema e solucione os eventuais problemas indicados no relatório. Feito isso, reinstale os drivers, ferramentas de segurança e demais aplicativos (aproveite para ver se existem versões mais recentes; caso afirmativo, faça as devidas atualizações). Se você não tiver fornecido a chave de ativação durante a instalação do Seven, digite activate no campo de buscas do menu Iniciar, tecle Enter, clique em Ativar o Windows online agora e siga as instruções do assistente. Tão logo o sistema esteja devidamente configurado, crie uma nova imagem ISO e mantenha-a em local seguro; se for preciso reinstalar o Windows por qualquer razão, será bem mais fácil e rápido fazê-lo a partir dessa imagem.
Enfim, diz um ditado que “quem tem pressa come cru”. Particularmente, acho melhor esperar a poeira baixar - não só porque continuo usando o velho XP (e estou igualmente velho “pra meter a mão em cumbuca”), mas também porque sempre leva algum tempo para os fabricantes adequarem seus produtos a novos sistemas. Considerando a proximidade do Natal, logo chegarão às lojas diversas opções de máquinas com o Seven pré-instalado, o que reduz sensivelmente o risco de incompatibilidades e problemas que tais.
Boa sorte a todos.
Postar um comentário