quinta-feira, 14 de abril de 2011

Ferramentas do Windows

Além dos utilitários para limpeza do disco, correção de erros e desfragmentação dos dados, o XP inclui uma porção de ferramentas “ocultas” – assim projetadas para evitar que usuários iniciantes mexam no que não devem.
Um bom exemplo é o Gerenciamento do Computador (para convocá-lo, dê um clique direito em Meu Computador e selecione a opção Gerenciar), que permite visualizar logs de eventos; gerenciar pastas compartilhadas; criar e modificar contas de usuários; acessar o Gerenciador de Dispositivos; executar o defrag; criar, formatar e excluir partições nos HDs ou dispositivos de mídia removível; iniciar, interromper, pausar ou continuar serviços do sistema; configurar o serviço de indexação, e por aí vai.
Também pouco conhecidas são as Diretivas de Grupos (gpedit.msc), as Configurações Locais de Segurança (secpol.msc), o Utilitário de Configurações do Sistema (msconfig), o “protetor” do Banco de dados e contas do XP (syskey) e a Ferramenta de Diagnóstico do DirectX (dxdiag) – que são acessíveis via Iniciar > Executar, como a gente já viu em outras postagens.
Outro recurso importante, mas subutilizado por muita gente, é a tela das Propriedades do Sistema (para abri-la, dê um clique direito em Meu Computador e selecione Propriedades). Além de um resumo das configurações do PC, ela oferece as seguintes opções de configuração:
• Em Nome do computador, podemos alterar o nome da máquina, o grupo de trabalho ou domínio a que ela pertence;
Hardware oferece um assistente para adição de componentes que permite configurar perfis de hardware e definir se o sistema aceitará ou não drivers não assinados pela Microsoft;
• Em Avançado, configuramos os efeitos visuais do sistema, alteramos o gerenciamento da memória virtual, mudamos o arquivo de paginação para outro HD (ou o desativamos), ajustamos o uso de memória e processador, modificamos as variáveis de ambiente e desativamos o relatório de erros;
• Em Restauração do sistema, podemos tanto desativar esse recurso quanto fazer alguns ajustes avançados;
• Em Remoto, permitimos, negamos ou configuramos o acesso remoto ao nosso computador mediante convite/autorização;
• Em Atualizações Automáticas, além da opção “Desativar”, temos três possibilidades de configuração: “Automático”, “Baixar atualizações, mas eu decidirei quando instalá-las” e “Notificar-me de atualizações, mas não baixá-las ou instalá-las automaticamente” (veja mais detalhes em http://fernandomelis.blogspot.com/2008/04/atualizaes-da-microsoft.html).

Um ótimo dia a todos.
Postar um comentário