terça-feira, 10 de maio de 2011

Redes, etc. (continuação)

Vimos que o “COMPUTADOR DA FAMÍLIA” é coisa do passado: hoje, cada membro do “clã” costuma ter seu próprio PC (de mesa ou portátil) e usar smartphones e outros gadgets igualmente capazes de acessar a Web. Em vista disso, o router é a solução ideal para o compartilhamento do sinal – desde a largura de banda seja capaz de atender a demanda simultânea de todos esses dispositivos (conexão discada, nem pensar).
Como a diferença de preço entre routers cabeados e sem-fio não é expressiva, o melhor é optar por um modelo wireless, mesmo que seu hardware ainda não suporte essa tecnologia. Além de distribuir o sinal pela residência através das antenas, eles costumam disponibilizar duas, três ou mais portas para conexão via cabo. No entanto, se você tem ojeriza àquela incomodativa montoeira de fios que se espalham pela casa em situações como essa, mantenha só um Desktop cabeado e providencie placas Wi-Fi para os demais (ou substitua-os por notebooks).
Na hora de escolher o roteador, confira a distância máxima que o modelo pode alcançar e a velocidade máxima de transmissão dos dados. Se você mora numa casa ou apartamento de dimensões normais e pretende apenas navegar na Web, trocar e-mails e, no máximo, trocar arquivos pequenos entre as máquinas, um modelo IEEE 802.11g (velocidade máxima de 54 Mbps e distância de até 100 metros) já estará de bom tamanho. Já para quem mora numa cobertura duplex de 400 m2 e/ou pretende transferir arquivos pesados, assistir vídeos em streaming, jogar on-line e ter vários aparelhos conectados simultaneamente, melhor escolher um modelo IEEE 802.11n (300 Mbps/400 metros).
Vale relembrar também que não é incomum o sinal perder intensidade (ou até desaparecer) em determinados cômodos da casa, embora possa ser acessado facilmente do imóvel ao lado ou do apartamento vizinho (ou mesmo vários andares acima ou abaixo). Quanto mais usuários compartilharem sua conexão, mais lenta ela ficará (para investigar a possível existência de clandestinos, baixe o freeware oferecido em http://www.zamzom.com/, que lista todos os computadores, laptops, smartphones e assemelhados “pendurados” na sua rede).
Amanhã a gente conclui.
Abraços e até lá.
Postar um comentário