terça-feira, 24 de abril de 2012

SPAM e SCAM - Fique esperto!


Segundo Benjamin Franklin (1706 – 1790), “nada é mais certo neste mundo do que a morte e os impostos” - e se o SPAM não consta dessa lista, é porque a Internet foi criada bem depois.
Com efeito, o “junk mail” é tão antigo quanto a ARPANET, e a única maneira eficaz de evitá-lo é deixando de usar o correio eletrônico, mas você pode minimizar sensivelmente esse aborrecimento seguindo algumas regrinhas elementares.
  • Separe seus assuntos pessoais dos profissionais e reserve uma conta de email exclusiva (melhor ainda se criada num serviço gratuito) para preencher formulários e cadastros em sites de compras e participar de blogs, redes sociais, fóruns de discussão, etc. Assim fica mais fácil excluir as mensagens indesejadas – ou mesmo desativar a conta sem maiores prejuízos, caso isso venha a ser necessário
  • Nunca forneça seu email pessoal ou profissional antes conferir a política de privacidade do site e saber o que, exatamente, os administradores irão fazer com essas informações. Ao preencher formulários, cadastros e assemelhados, desmarque as caixas de verificação que expressam sua “concordância” em receber emails com anúncios ou ofertas especiais, por exemplo.
  • Sempre que for instalar um software em seu computador, leia com atenção todas as cláusulas da EULA). Ás vezes, a inclusão de um módulo indesejado numa determinada instalação está documentada, mas só é mencionada no final do contrato de licença ou na declaração de privacidade – que quase todo mundo aceita sem ler. Tenha em mente que clicar em Yes, Sim, Aceito etc., embora seja indispensável para prosseguir com a instalação, implica em concordar com os termos do contrato (para evitar essa esparrela, baixe e instale o EULAlyzer).
  • Se um site não lhe inspirar confiança, crie um  em email temporário (válido por 10 minutos e prorrogáveis por mais dez) ou utilize o BugMeNot, que armazena logins já prontos, gerados por outros usuários, evitando, assim, fornecer seus dados pessoais.
ObservaçãoSe você navega com o Firefox, acesse a página de instalação do serviço, clique em Add to Firefox, escolha Accept and Install e em Install Now. Reinicie então o browser e, quando se deparar com uma solicitação de cadastro para acessar um site gratuito, dê um clique direito no campo nome do usuário ou endereço de e-mail e selecione Login with BugMeNot (se a tentativa inicial não funcionar, repita o procedimento, pois o add-on pode ter usado dados desatualizados).
  • Veja se seu cliente de email (ou serviço de webmail) oferece algum tipo de filtro de spam. Caso afirmativo, habilite-o (mas tenha em mente que essas ferramentas não são 100% confiáveis, pois tanto podem deixar passar uma ou outra mensagem indesejada quanto eventualmente barrar emails legítimos). Aproveite o embalo para inibir o download automático de imagens, já que elas costumam servir para validar seu endereço eletrônico (baixe-as somente depois de se certificar de que o remetente é confiável).
  • Evite deixar dados “confidenciais” dando sopa na Web e proteja a privacidade de seus contatos: se for enviar uma mensagem para múltiplos destinatários, insira os endereços no campo CCO (cópia oculta); se for reencaminhar uma mensagem recebida de terceiros, apague todos os endereços exibidos nos cabeçalhos anteriores.Jamais responda um spam. Se a mensagem trouxer um link destinado (supostamente) a remover seu endereço da lista, não clique nele; na maioria das vezes, isso apenas confirmará que seu email está ativo e operante).
  • Em redes sociais, evite divulgar seu endereço, telefone e outras informações pessoais (data de nascimento, planos de viagem e outros que tais). Habitue-se a informar às pessoas somente aquilo que elas realmente precisem saber, e se um “novo(a) amigo(a)” começar a bombardeá-lo com perguntas impertinentes, redobre os cuidados.
  • Mantenha seus dados de logon longe dos curiosos e procure sempre utilizar senhas fortes (fáceis de lembrar, mas difíceis de descobrir). Para saber mais, digite “senha” na caixa de pesquisas do Blog; para conferir a segurança de suas senhas com um serviço oferecido pela Microsoft, clique em http://tinyurl.com/4rk94ea e digite a senha desejada na caixa respectiva. Acautele-se também contra o scareware. Diante de pop-ups mais insistentes, tente fechá-los pela tecla Esc ou encerrar o navegador – às vezes, clicar no “X” que deveria fechar a janelinha já basta para um código malicioso infectar sub-repticiamente o seu sistema.

Boa sorte.
Postar um comentário