sexta-feira, 3 de maio de 2013

RIPAR CDs DE MÚSICA e Humor de Sexta-Feira


Talvez você ainda se lembre de quando as fitas k-7 substituíram os jurássicos cartuchos (de 4 e 8 pistas), os CDs aposentaram os bolachões de vinil (que vez por outra ainda insistem em dar sinais de vida, diga-se) e o formato MP3 se tornou o queridinho dos usuários de PCs (notadamente por economizar 90% de espaço sem prejudicar sensivelmente a qualidade do áudio).
Hoje, ninguém mais tem toca-fitas no carro, e CD Players que não lêem arquivos MP3 nem dispõem de entrada USB estão com os dias contados. No entanto, isso não significa que você deve jogar fora sua coleção de CDs – pelo menos não antes de ripar as faixas de sua preferência, convertê-las em arquivos MP3, WAVE ou WMA e abastecer seu pendrive (conforme a capacidade do dispositivo, você poderá dar a volta ao mundo ouvindo música sem jamais repetir uma faixa sequer).
Sem prejuízo das sugestões que eu já publiquei em outras postagens, o FreeRip sopa no mel:

·        Baixe e instale o programinha (não se esqueça de desmarcar as duas opções referentes ao ASK TOOLBAR);
·        Insira o CD de música que você deseja converter e, na interface do FreeRip, desmarque as faixas que você não deseja converter (todas são marcadas por padrão; se quiser ouvir alguma delas, clique no ícone Tocar a faixa atual);
·        Clique então em Converter as Faixas Selecionadas para o Formato Padrão e use a setinha ao lado para escolher formato desejado;
·        Quando o processo for concluído, clique em Fechar e veja os arquivos convertidos em sua área de trabalho (ou em outro local que você escolher).

Passemos agora à nossa piadinha da vez:

O menino diz à mãe:
- Mãe, eu quero chupar o abajur!
Estranhando o desejo bizarro do filhote, a mãe pergunta:
- Que história é essa de chupar abajur?
- É que ontem à noite eu estava passando pelo seu quarto e ouvi o papai dizer “querida, apaga o abajur e chupa!”

Bom f.d.s. 
Postar um comentário