segunda-feira, 14 de maio de 2018

MAIS SOBRE PRIVACIDADE E SEGURANÇA DIGITAL: CHUTANDO O BALDE (FINAL)


QUEM FALA DEMAIS DÁ BOM-DIA A CAVALO.

Em tempos bicudos como os atuais, criar endereços de email e se cadastrar em fóruns e redes sociais utilizando seu nome e sobrenome é dar sopa para o azar. O que está feito está feito, naturalmente, mas tenha isso em mente se e quando você criar outro endereço eletrônico ou um nome de usuário numa rede social, blog, fórum de discussão etc. Além disso, a exemplo do que é recomendável fazer com as senhas, escolha sempre nomes de usuário diferentes para propósitos diferentes (webmail, netbanking, redes sociais, etc.).

Se você seguiu as dicas das postagens anteriores e depois achou que a solução foi radical demais, que não dá para ficar sem WhatsApp, Face, Twitter, G+ e o escambau, bem, volte ao mundo virtual, mas tome ao menos o cuidado de criar um endereço de email que não dê pistas do seu verdadeiro nome e sobrenome e, sempre que possível, forneça apenas as informações essenciais. Também se possível, preencha como nome, endereço, telefone, etc. com dados que não possam ser associados a você (se necessário, esta ferramenta o ajudará a criar um alter ego).

Use sempre emails descartáveis para se corresponder com pessoas que você só conhece pela internet, preservando seu email pessoal/comercial para situações em que ele seja realmente necessário. E lembre-se de que VPNs como a Anonymizer são uma mão na roda para resguardar sua privacidade enquanto você navega na Web.

Ser prejuízo do que já discutimos sobre navegação privada (ou anônima) nesta sequência, sugiro experimentar o TOR Browser  (versão personalizada do navegador Mozilla Firefox). Depois de fazer o download, abra o executável e clique sobre START TOR BROWSER para acessar o VIDALIA CONTROL PANEL, que irá conectá-lo à Rede TOR. Estabelecida a conexão, o navegador apontará por padrão para http://check.torproject.org, e você poderá navegar anonimamente, com seu endereço IP mascarado para os websites visitados.

Observação: O TOR Browser inclui vários complementos que ajudam a proteger sua privacidade, dentre os quais o TOR BUTTON, que força o uso do protocolo https para os sites mais populares, o VIEW THE NETWORK, que exibe um mapa com os relays ativos e os nós que estão roteando seu tráfego, o USE A NEW IDENTITY, que serve para quando algum website bloqueia seu IP atual com base na sua localização geográfica, e por aí vai (para mais informações, clique aqui).  

Se você achar o TOR muito complicado, experimente o programinha disponível no site www.surfanonymous-free.com ou o serviço online Anonymouse. Com este último, você não só navega incógnito, como também envia emails anônimos não rastreáveis, mas tenha em mente que o serviço não permite a inclusão de anexos.

Era isso, pessoal. Espero ter ajudado.

Visite minhas comunidades na Rede .Link:
Postar um comentário