quarta-feira, 13 de junho de 2018

DISCO DE RESGATE DO WINDOWS 10 ― MELHOR TER E NÃO PRECISAR DO QUE PRECISAR E NÃO TER

UM HOMEM COM UM RELÓGIO SABE A HORA CERTA. UM HOMEM COM DOIS RELÓGIOS
SABE APENAS A MÉDIA.


Dias atrás, meu Windows alertou para a existência de atualizações pendentes que dependiam da reinicialização do computador para serem efetivadas. Como eu havia aplicado o update de Abril pouco antes e ainda faltavam 3 semanas para o Patch Tuesday de junho, estranhei as tais pendências. Mesmo assim, comandei a reinicialização. 

A demora inabitual (típica de um update abrangente) me deixou ressabiado, mas aguardei a ampulheta rodar por uns 45 minutos antes de forçar o desligamento do computador (para quem não sabe, basta manter o botão de energia pressionado por 5 segundos). Depois disso, no entanto, o Windows não conseguiu carregar ― nem mesmo até a tela de inicialização, o que me impediu de acessar o modo de segurança.

Observação: Modo de Segurança é uma modalidade de inicialização que carrega somente os arquivos e drivers básicos do sistema, de maneira a facilitar a solução de problemas ou a realização de tarefas que demandam acesso a arquivos que o Windows bloqueia quando é inicializado nos moldes convencionais. Desde a edição 95 do sistema que a maneira mais simples de reiniciar o computador no modo seguro consiste em pressionar repetidamente a tecla F8 durante o boot ― ou era, porque isso deixou de funcionar a partir do Windows 8 (aliás, em PCs com UEFI e SSD o boot é tão rápido que nem dá tempo de teclar Shift+F8 para forçara a exibição da tela com as opções de inicialização alternativas, mas essa já é outra conversa).

Para reiniciar o Windows 10 no Modo de Segurança, clicamos em Iniciar > Configurações > Atualização e segurança > Recuperação > Inicialização avançada > Reiniciar agora. Na tela Escolha uma opção, selecionamos Solucionar problemas > Opções avançadas > Configurações de Inicialização > Reiniciar; na lista de opções que é exibida em seguida, teclamos F4 para iniciar o computador no modo seguro ou F5 para modo seguro com suporte à rede (internet).

Claro que esse roteiro só serve se Windows estiver carregado. No caso de o boot empacar na tela de inicialização, devemos manter a tecla Shift pressionada, clicar no ícone que dá acesso às opções de desligamento (no canto inferior direito da tela, conforme se vê na figura que ilustra esta postagem), clicar em Reiniciar e, no menu de opções, clicar em Solução de Problemas > Configurações Avançadas > Configurações de Inicialização > Reiniciar. Feito isso, pressionamos a tecla F4 ou F5, conforme a opção desejada.

Quando o boot é interrompido antes de a tela de inicialização ser exibida e o Windows não abrir automaticamente o cardápio de opções de recuperação, reiniciar o computador 3 vezes consecutivas faz como que a tela das opções de inicialização alternativas seja exibida. Em Selecione uma opção, escolhemos Solucionar problemas; na tela Solucionar problemas, selecionamos Restaurar este PC; na tela Restaurar este PC, definimos Manter meus arquivos e indicamos nossa conta de usuário e senha de logon (caso ela seja solicitada), clicamos em Reiniciar e rezamos para dar certo.

Comigo não deu: a ampulheta continuou girando, girando e girando, mesmo após eu forçar a reinicialização não três, mas meia dúzia de vezes. E o pior é que eu não dispunha de um disco de resgate (“disco” é força de expressão, já que meu all-in-one não dispõe de drive de mídia óptica). Mas isso já e assunto para a próxima postagem.

Visite minhas comunidades na Rede .Link: