terça-feira, 16 de agosto de 2016

WINDOWS 10 ANNIVERSARY UPDATE - O CALVÁRIO

CUM IMPIIS NON SEDEBO.

Depois de instalar com sucesso o update de aniversário do Windows 10 no meu Dell Inspiron ― mediante um boot limpo e com o Avast Premium destivado ―, eu tentei (novamente) atualizar meu All-In-One. No entanto, mesmo desabilitando todos os serviços não Microsoft, seguindo os passos 1 e 2 sugeridos nesta postagem e procedendo à atualização via Ferramenta de Criação de Mídia disponibilizada pela mãe da criança, a máquina voltou a travar no segundo reboot, e o código 0xC1900101 - 0x40017 não ajudou a solucionar o problema ― que, aliás, continua me apoquentando.

Volto agora ao assunto para salientar o fato de que a ferramenta de preparação para atualização do sistema (DISM), sugerida na primeira etapa do tutorial que eu publiquei no post retro citado, demanda especial atenção. Primeiro, porque é preciso executá-la via Prompt de comando com privilégios de administrador. Segundo, porque, diferentemente do Sfc /ScanNow, ela não exibe, pelo menos num primeiro momento, qualquer mensagem indicando que esteja em execução, o que leva os mais apressados a fechar a janela depois de alguns minutos. Mas basta abrir o Gerenciador de Tarefas para constatar o significativo consumo de recursos pelo processo associado à dita-cuja.

Então, o jeito é você se munir de paciência. Ao cabo de 10 ou 15 minutos, a janelinha do Prompt de comando dará conta do andamento da operação (20%), e algum tempo depois, de ele foi concluído com êxito (100%).

Observação: Se você ainda não instalou a versão 1607 do Windows 10 ― devido a problemas na atualização ou por qualquer outro motivo ― deixe o troço em banho maria por mais algumas semanas, pois espera-se que a Microsoft disponibilize em breve uma solução para esse monumental festiva de problemas (para mais detalhes, leia esta postagem).  

Enfim, a ausência de comentários nas postagens sobre esse tema sugere pouco interesse dos poucos gatos pingados que leem estas dicas, mas achei que ainda assim valeria a pena esclarecer esse detalhe.

EM TEMPO: Li agora há pouco que a Microsoft reconheceu o problema e está envidando esforços para solucioná-lo. Quem quiser pode obter mais detalhes seguindo este link.

Boa sorte e até a próxima.

2 comentários:

Martha disse...

Oi Fernando
Lamento saber que o calvário ainda não acabou....
Vc tem o AVG Tune Up instalado no All-in-one? Como tive problemas com ele anteriormente, apesar de ser ótimo, em termos de compatibilidade, pensei que talvez te ajudasse se desinstalasse o bicho para tenotar a instalação....quem sabe se vc não desinstalar tudo o que não for MS , em vez de só desabilitar?
Não custa tentar....
Bjs, obrigada sempre e boa sorte!!!!

Fernando Melis disse...

Oi, Martha.
Deixei de usar essa excelente ferramenta quanto troquei minha suíte de segurança para o Avast Premier.
Sua sugestão é válida, não resta dúvida, mas "o molho poderia sair mais caro que a galinha", já que exigiria a remoção de DÚZIAS DE APLICATIVOS.
A despeito da frustração, ainda acho melhor esperar a poeira baixar. Até porque a Microsoft já reconheceu o problema e, segundo consta, está trabalhando para resolvê-lo. Para mais detalhes, siga o link http://zip.net/bxtr1x.
Beijo grande, abraços e até mais ler.