segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Banda larga pra ninguém botar defeito!

Segundo um artigo publicado na Revista Veja da semana passada, o Google está investindo mais de US$ 1,5 bilhões numa rede de banda larga ultrarrápida (1 gigabit por segundo), com a qual ele pretende ultrapassar os limites de suas próprias instalações e fazer o circuito completo de transferência de dados até a chamada “última milha” – isto é, a casa das pessoas. Para quem ainda navega na Web via conexão discada, com velocidade entre 48 e 52 Kbps (e olhe lá), um plano como o meu, de 1 Mbps, pode até parecer “estratosférico”. No entanto, ainda que essa largura de banda seja “satisfatória” para o uso que eu faço da Rede, quando meu filho compartilha a conexão comigo e desembesta a fazer seus intermináveis downloads, meu browser “engasga” ao abrir algumas páginas e, quando eu envio um e-mail mais “pesado” o Outlook parece um caminhão carregado subindo ladeira. Para piorar, a Telefonica não consegue melhorar a velocidade do Speedy aqui na minha região (embora ela seja considerada nobre, haja vista o preço escandaloso do IPTU), talvez por problemas de infra-estrutura ou devido à distância que separa o condomínio da central que nos atende, sei lá eu.
Enfim, ainda segundo a matéria, a intenção do Google em desenvolver sua super-rede é promover ao máximo o uso de ferramentas online. Afinal, 1 Gbps é velocidade suficiente para despertar inveja até na Coréia do Sul, que atualmente tem a internet mais rápida do mundo (23 Mbps). Enquanto um sul-coreano leva cerca de 4 horas para baixar um filme de 120 minutos de duração em alta definição (coisa que este humilde escriba levaria 98 horas para fazer), a largura de banda que o gigante americano pretende alcançar permite concluir o processo em apenas 6 minutos!
É mole ou quer mais???

EM TEMPO: Se seu computador passou a se comportar de maneira estranha após a instalação do Patch Tuesday deste mês, saiba que você não está sozinho. No último dia 18, a Microsoft informou que problemas dessa natureza vêm ocorrendo após a instalação da correção MS10-015 em máquinas infectadas pelo rootkit Alureon, notadamente quando o sistema utilizado é o Windows XP 32-bits. Para mais informações, clique AQUI e/ou entre em contato com o suporte da Microsoft pelos telefones (11) 34446844 ou 0800414440.

Boa sorte.
Postar um comentário