quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Vai um portátil aí?

A estabilidade econômica, o crédito fácil e a progressiva redução no preço dos eletroeletrônicos vêm rendendo dividendos para o comércio: nunca os brasileiros compraram tantos computadores – a previsão é 14 milhões de unidades até o final do ano, com os portáteis superando (pela primeira vez) os modelos de mesa em volume de vendas. Considerando o crescente interesse dos leitores por notebooks, netbooks e aparentados, vale lembrar que já publicamos diversas matérias com dicas sobre como escolher, utilizar, manter e atualizar essas belezinhas, dentre as quais a trilogia iniciada no último dia 12 de abril  e os posts de  29 e 30 de julho. (Para localizar outras postagens sobre esse assunto, acesse o Google, insira a palavra chave adequada – notebook, netbook, laptop, portátil, etc. –, pressione uma vez a barra de espaços e digite site:http://fernandomelis.blogspot.com).
Ainda que o preço desses aparelhos varie bastante conforme a marca e a configuração, você pode encontrar opções interessantes por menos de R$ 2 mil (e dividir o pagamento em 6, 10, 12 ou até mais parcelas sem juros, dependendo da loja e da bandeira do seu cartão de crédito).
O Acer Aspire 4736Z-4201, por exemplo, vem com processador Pentium Dual Core de 2.1 GHz, barramento de 800 MHz, 1 MB de cache L2, 3 GB de RAM e HD de 250 GB, tela de 14 polegadas, gravador de DVDs, webcam embutida (1.3 megapixels) e Windows 7 Home Premium estava sendo vendido no Walmart por R$ 1.600. Um pouco mais caro (R$ 1.800 nas  Lojas Americanas), o Samsung R430 oferece display de 14 polegadas retro-iluminado por LEDs, CPU Intel Core 2 Duo de 2.2 GHz, barramento de 800 MHz, 2 MB de cache L2, 4 GB de RAM (DDR3), HD de 320 GB, câmera frontal (1.3 megapixels), gravador de DVD Dual-Layer e Windows 7 Home Premium.
Não custa relembrar que:

• Se dinheiro não for problema, compre o modelo mais completo e avançado que você encontrar. Havendo restrições financeiras, selecione aparelhos cujas configurações sejam compatíveis com seu perfil de usuário e compare os preços. Procure ater-se a marcas renomadas e regularmente estabelecidas no Brasil. (Trazer um computador “lá de fora” – ou adquiri-lo de um importador independente – pode comprometer a garantia e, em certos casos, dificultar o acesso à assistência técnica).

• Se você tenciona carregar seu note de um lado para outro, escolha um modelo leve, de dimensões reduzidas e com boa autonomia; caso sua idéia seja substituir seu desktop, opte por uma máquina com configuração mais robusta e tela de maiores dimensões.

• Atenção para o SO: comprar um note sem sistema – ou com uma opção open-source que você não pretenda manter – é economia porca. Uma cópia selada do Windows 7 e as despesas com a instalação podem facilmente tornar o molho mais caro que o peixe.

• Falando no Windows 7, evite a versão Starter, e caso seu computador ofereça mais de 3GB de RAM, somente uma versão de 64-Bit do sistema operacional permitirá aproveitar integralmente essa fartura de memória.

Um ótimo dia a todos e até mais ler.
Postar um comentário