sexta-feira, 20 de maio de 2011

Sumiu... E agora?

ESTA É A REEDIÇÃO DA POSTAGEM QUE EU HAVIA PROGRAMADO PARA SEXTA-FEIRA, DIA 13, MAS QUE, DEVIDO A PROBLEMAS COM O BLOGGER, ACABOU FICANDO PARA HOJE (SE SERVE DE CONSOLO, PELO MENOS ELA NÃO SUMIU, DIFERENTEMENTE DO QUE ACONTECEU COM DIVERSAS OUTRAS).

Já pensou se você vem trabalhando há meses numa monografia ou preparando uma apresentação para uma importante reunião e, um belo dia, quando liga o PC para dar os toques finais, o arquivo simplesmente não está mais lá?
Deus nos livre a todos, mas, numa situação como essa, é importante não entrar em pânico. Primeiramente, explore a Lixeira (talvez você tenha apagado acidentalmente o arquivo); se não o encontrar, clique em Iniciar > Pesquisar e faça uma busca completa a partir do nome/tipo do arquivo ou de um trecho de texto que você tenha certeza de ter incluído – quem sabe o arquivo não tenha movido para outra pasta, outra partição, ou outro disco...
Se nada disso resolver, recorra àquele backup que você fez na véspera... Ah, você não costuma fazer backups? Bem, aqui entre nós, aposto que isso vai mudar logo, logo...
Humor negro à parte, o negócio é tentar salvar a pátria com um software de recuperação de arquivos (mais detalhes em http://fernandomelis.blogspot.com/2008/01/recuperador-de-arquivos.html), mas é preciso ter em mente que as chances de sucesso dependem de você adotar essa providência o mais rapidamente possível, antes que outros dados sobrescrevam o arquivo sumido (e aí, babau!).
O Recuva Portable (download e instruções de uso em http://www.baixaki.com.br/download/recuva-portable.htm)  é uma boa opção, desde que você baixe e instale-o em outro computador, copie para um pendrive e rode-o a partir desse dispositivo. Se conseguir encontrar o arquivo perdido, não tente restaurá-lo em seu local de origem; salve-o no próprio pendrive e depois transfira para seu PC.

SOGRAS


O cara chega pro amigo e fala:
- Minha sogra morreu e agora fiquei em dúvida. Não sei se vou trabalhar ou se vou ao enterro... O que você acha?
Responde o amigo:
- Primeiro o trabalho, depois a diversão!


O homem ouve da cartomante:
- Em breve sua sogra morrerá de forma violenta.
Ele pergunta à vidente:
- Violentamente? E eu? Serei absolvido?


Um homem encontra seu amigo na rua e lhe diz:
- Cara, você é igualzinho a minha sogra, a única diferença é o bigode!
O amigo fala:
- Mas eu não tenho bigode!
- É, mas a minha sogra tem.


Um cara foi à delegacia e disse:
- Eu vim dar parte do sumiço da minha sogra.
O delegado pergunta:
- Há quanto tempo ela sumiu?
- Duas semanas.
- E só agora é que você vem dar queixa?
- É que custei a acreditar que eu tivesse tanta sorte!


A sogra do cara morreu. A esposa pergunta:
- O que vamos fazer? Enterrar ou cremar a mamãe?
- Primeiro cremar, depois enterrar. Com essa velha não se pode facilitar!


Querido, onde está aquele livro: 'Como viver 100 anos?'
- Escondi!
- Escondeu? Por quê?
- Porque a sua mãe vem nos visitar amanhã e eu não quero que ela leia essas coisas!


Diz o médico:
- Tenho uma péssima noticia para lhe dar.... A cirurgia que fizemos em sua mãe...
- Ela não é a minha mãe, é minha sogra!
- Ah, nesse caso tenho uma ótima noticia!


A garota reclama para a mãe do ceticismo do namorado:
- Mãe, o Mário diz que não acredita em inferno..
- Case-se com ele, minha filha, e deixe o resto comigo!


O sujeito atende ao telefone um interlocutor que pergunta:
- O senhor teria algo a doar para o Lar dos Idosos?
- É claro! Dê o endereço que eu levo a minha sogra!

Bom final de semana e até a próxima.
Postar um comentário