segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Mais sobre atualizações

Vimos recentemente como atualizar nossos navegadores, configurar as atualizações automáticas do XP e buscar soluções para programas “não Microsoft” (que não são contemplados pelo Windows Update). Volto agora ao assunto para sugerir duas ferramentas gratuitas, mas muito interessantes, que proporcionam resultados bem mais abrangentes que os da varredura online oferecida pela Secunia.
A primeira (disponível em http://www.filehippo.com/updatechecker/) gera uma lista de programas que podem ser atualizados e oferece os respectivos links para download (configurável, ela tanto pode ser iniciada junto com o Windows quanto executada por demanda, a critério do usuário). A segunda (disponível em http://www.r-tt.com/, tanto na forma portátil quanto instalável) faz basicamente a mesma coisa, mas abrange uma gama ainda maior de aplicativos.
Nos testes que realizei para fundamentar esta postagem, recorri primeiramente à Secunia, que não encontrou qualquer atualização necessária (tanto via OSI quanto PSI). Já o Update Checker sugeriu 2 atualizações de drivers, 4 de aplicativos (iTunes, Java, Skype e Windows Live Writer) e versões Beta do Firefox, Adobe Flash Player, Chrome e Silverlight. O R-Updater, por sua vez, indicou quase 50 programas passíveis de atualização, além de uma versão Beta do Easy Cleaner, mas não facilitou o trabalho (em vez de disponibilizar os links respectivos, na maioria dos casos ele simplesmente sugeriu localizar as atualizações com auxílio do Google, e muitas delas não estavam disponíveis).

Observação: Note que a divergência entre esses resultados não compromete a confiabilidade do serviço da Secunia, cuja prioridade é a identificação de aplicativos potencialmente insegurosA profusão de itens que o R-Updater exibiu remete a programas cujas versões estão desatualizadas – o que não significa necessariamente que sejam inseguras –, ao passo que o FileHippo se posicionou entre os dois extremos. Em última análise, eles funcionam de maneira complementar, de modo que não há problema algum em ficar com todos, desde que sejam utilizados com bom senso. 

Uma ótima semana a todos e até mais ler.
Postar um comentário