segunda-feira, 9 de julho de 2012

9 de Julho, Eleições 2012 e outros assuntos


Há anos que deixei de postar o Blog nos feriados e finais de semana (especialmente nos prolongados), mas hoje – 80º aniversário da Revolução Constitucionalista de 1932  o feriado é meramente estadual, de modo que achei por abrir uma exceção J. Por outro lado, como as férias de meio de ano não contribuem em nada para nossa audiência, resolvi abordar temas mais leves, curiosos e/ou divertidos nos próximos dias. E tendo em vista estarmos em ano de eleitoral (daqui um mês e pouco já começa a tradicional palhaçada da propaganda gratuita), achei por bem transcrever um texto que suscita alguma reflexão (se não fosse trágico, seria cômico):

CUIDADO! ESSA GENTE VOTA!
  
Um sujeito trocou sua geladeira e colocou a velha na calçada, com um cartaz: “De graça; quem quiser pode levar”. Três dias depois o eletrodoméstico continuava lá, e então ele mudou os dizeres para: “Vende-se geladeira. R$ 50,00”. Duas horas depois o aparelho havia desaparecido.

Informado de que o serviço de suporte ao consumidor de uma empresa sediada em Manaus funcionava 24 horas por dia, 7 dias por semana, a cliente perguntou ao atendente: Pelo horário de Brasília ou de Manaus?

Minha vizinha reclamava das queimaduras de sol que havia sofrido ao ir de carro conversível ao litoral. Quando ponderei que ela deveria ter passado protetor solar, a infeliz argumentou que, como o carro estava em movimento, ela jamais imaginou que ficaria queimada.

Uma conhecida leva no carro uma ferramenta salva-vidas, projetada para cortar o cinto de segurança em caso de acidente. Só que no porta-malas!

Meu cunhado foi comprar cerveja e reparou que os engradados tinham desconto de 10%. Então, pediu dois, e o caixa lhe concedeu 20% de desconto.

Ao ver uma adolescente com um aro no nariz, atrelado ao brinco por meio de uma correntinha, uma amiga minha comentou: "Será que a corrente não dá um puxão sempre que ela vira a cabeça?" (não sem algum constrangimento, eu lembrei à minha amiga que virar a cabeça não altera a distância entre o nariz e a orelha da pessoa).

Incapaz de localizar suas malas, o rapaz prestou queixa no balcão da companhia e uma loira muito bonita lhe disse: “Não se preocupe, senhor, basta preencher este formulário que a gente resolve o problema. Seu avião já pousou?  

Notando que o cliente estava desacompanhado, o garçom sugeriu que a pizza fosse cortada em apenas quatro fatias, ao invés das oito tradicionais. Depois de pensar por alguns segundos, o cliente respondeu: “Corte em seis. Não estou com muita fome, acho que não agüentaria comer oito pedaços, mas quatro é muito pouco”.

Pronto. Agora você já sabe QUEM elege essa malta que abrilhanta o cenário político tupiniquim. 
Aliás, quando Pelé disse que nossa gente não sabia voltar, caíram de pau em cima dele, mas o resultada de cada nova eleição comprova de forma cabal, infelizmente, o velho Rei do Futebol estava (e continua) coberto de razão.

E viva o povo brasileiro!
Postar um comentário