quarta-feira, 14 de maio de 2014

PROTEJA SUA PRIVACIDADE COM A STEGANOS PRIVACY SUITE 15


SEGURANÇA É UM HÁBITO, E COMO TAL DEVE SER CULTIVADO.

Quando publiquei meus primeiros artigos sobre segurança digital na mídia impressa, no final do século passado, alguns milhares de pragas eletrônicas torravam nossa paciência, mas bastava um antivírus ativo e atualizado para mantê-las afastadas dos nossos sistemas.
A partir de 2005, todavia, o número de ameaças cresceu exponencialmente, como se pode inferir do gráfico à direita, publicado no site da conceituada Panda Security – empresa que há poucos anos recebia 400 novas amostras de malware por mês, e hoje recebe 1.500 por dia! 
Para piorar, os criadores de vírus, trojans, spywares e assemelhados já não buscam fama na mídia e reconhecimento entre seus pares, mas sim lucros ilícitos através de práticas escusas, razão pela qual seus códigos estão cada vez mais sorrateiros, dissimulados e difíceis de combater (para saber mais sobre o surgimento e a evolução dos vírus e demais pragas digitais, consulte minha sequência de postagens ANTIVÍRUS – A HISTÓRIA).
Claro que as soluções de segurança também evoluíram com o passar do tempo, sendo comum, atualmente, softwares antivírus combinarem a verificação convencional – baseada na “assinatura” dos programinhas maliciosos – com análises heurísticas e comportamentais, computação em nuvem e outros aprimoramentos, e até as versões gratuitas vêm sendo disponibilizadas na forma de “suítes”, com aplicativos de firewall, anti-spyware, anti-spam, controle parental, identificador de sites maliciosos, gerenciador de senhas, e por aí vai.
Nada disso é novidade para os leitores contumazes aqui do Blog, mas eu costumo revisitar esse tema de tempos em tempos, não só pelo fato da nossa audiência ser rotativa, mas também porque novidades destinadas a robustecer nossas defesas vêm surgindo em intervalos cada vez mais curtos.
Por falar nisso, a STEGANOS PRIVACY SUITE 15 – verdadeiro canivete suíço destinado à proteção de dados para pessoas físicas, escritórios e pequenas empresas – já está disponível para usuários dos países de portuguesa. Com ela, você mantém seus arquivos confidenciais (tanto no PC quanto em mídias removíveis, drives virtuais e dispositivos móveis como tablets e smartphones com sistema Android ou iOS) longe de curiosos locais ou remotos, bem como torna invisíveis seus documentos pessoais, criptografa emails, oculta mensagens em arquivos de imagem ou música, gerencia de forma segura suas senhas, dados bancários, números de cartões de crédito, e por aí vai, tudo de forma simples e intuitiva. Afinal, como bem lembra o fabricante, o prejuízo resultante de uma quebra de privacidade pode superar em muito o custo da substituição de um laptop roubado, por exemplo.

Observação: A ferramenta Safe – caixa forte digital para a proteção dos dados – utiliza o sistema de criptografia AES-XEX, de 384 bits, tido como invulnerável segundo os padrões da Agencia de Segurança Nacional Americana (NSA). Além disso, o programa oferece o cifrado simultâneo do Dropbox, mediante o qual as mudanças feitas dentro da caixa forte local são sincronizadas automaticamente com o Dropbox na nuvem, garantindo que nem provedor remoto acesse seus dados durante o upload.
 
Para baixar gratuitamente a versão de teste (sem restrição de funções e válida por 30 dias), siga o link http://www.segurisoft.com.br/privacysuite/. Ao final do prazo de experiência, se quiser manter o programa em uso, você terá de registrá-lo (a licença custa R$ 139,90).

Abraços a todos e até amanhã. 
Postar um comentário