segunda-feira, 9 de junho de 2014

MOUSE – DEDO DO MEIO E OUTRAS SUTILEZAS

ESPERANÇA É DESEJAR QUE ALGO ACONTEÇA; FÉ É ACREDITAR QUE VAI ACONTECER, E CORAGEM É FAZER ACONTECER.

O mouse foi criado no início dos anos 1960, mas só se popularizou após o advento das interfaces gráficas, e muito embora tenha recebido diversos aprimoramentos ao longo de seus mais de 50 anos de existência, continua cumprindo basicamente as mesmas funções originais (movimento, clique, duplo clique e arrastar e largar).
Modelos mais recentes ganharam diversos botões adicionais e substituíram a tradicional esfera de borracha – que girava eixos e roletes para gerar os movimentos do cursor na tela – por um sistema óptico, que “fotografa” a área de varredura milhares de vezes por segundo e proporciona movimentos mais precisos, tanto em games quanto em aplicações convencionais.


Observação: Já se cogita o lançamento de um modelo virtual – provisoriamente batizado de MOUSELESS – que consiste de um laser e uma câmera digital capazes de transformar os movimentos da mão do usuário movimentos do cursor e efeitos dos cliques (para entender melhor, assista ao vídeo abaixo).    



Muita gente usa computador há anos e ainda não sabe que é possível personalizar o diligente ratinho acessando o Painel de Controle e clicando em Mouse e explorando os diversos separadores disponíveis (que podem variar conforme o modelo e o controlador do dispositivo).
Em Botões, por exemplo, você pode atribuir as versões do botão esquerdo ao direito (e vice-versa), ajustar a velocidade do clique duplo e ativar a trava do clique. Em Ponteiros, você pode tanto mudar substituir o esquema em uso por outro disponível na lista suspensa Esquema, quando fazer alterações individuais (campo Personalizar).
Como as personalizações disponibilizadas pelas demais abas são igualmente intuitivas e a Ajuda do Windows está aí para dirimir eventuais dúvidas, passemos agora ao mote desta postagem, que é pregar pegas na namorada ou em amigos e conhecidos a cujos computadores você consiga acesso pelo tempo necessário para instalar o The Finger 1.01, que você pode baixar clicando aqui.
Para testar, instale o programinha na sua própria máquina e veja que ele faz a imagem do ponteiro do mouse se transformar numa mão com o dedo médio estendido em intervalos de tempo configuráveis (para encerrá-lo, basta mover o cursor até o canto superior esquerdo da tela).
Agora é só copiar os arquivos de instalação para um pendrive e aguardar a primeira vítima.

Abraços e até mais ler.
Postar um comentário