segunda-feira, 14 de agosto de 2017

GRINGO: THE DANGEROUS LIFE OF JOHN McAFEE

O PROBLEMA NÃO É A ARMA, MAS SIM O ASSASSINO.

Quem já usava computadores nos anos 90 deve estar lembrado do festejado antivírus criado pelo gênio da programação doido-de-pedra John McAfee, fundador da McAfee Associates, que foi um dos primeiros softwares comerciais destinado à proteção contra pragas eletrônicas, e que, durante alguns anos, disputou a preferência dos usuários mais precavidos com o igualmente icônico Norton Antivírus, marca que pertence à empresa de segurança digital Symantec. Mas o foco desta postagem não é o McAfee Antivirus ― que, atualmente, pertence à gigante Intel ― mas, sim, um trecho da vida de seu amalucado criador, cujas excentricidades eu comentei de passagem neste post.

Já está disponível para assinantes tupiniquins do serviço de streaming de vídeo Netflix o documentário “Gringo: The Dangerous Life of John McAfee”, produzido pela própria Netflix e dirigido pela cineasta Nannete Burnstein, que mostra a vida do bilionário doidivanas depois de sua mudança para Belize, na América Central, onde foi acusado de estupro e cassado pela polícia por suspeita de ter assassinado um vizinho que teria matado seus cachorros.

O filme ― que vale a pena você assistir ― mostra também que John McAfee ― que chegou a ser pré-candidato na eleição presidencial dos EUA em 2016 ― subornava policiais na América Central e contava com criminosos perigosos como seguranças armados. Se tivesse chegado a disputar a presidência, talvez tivesse se revelado uma escolhe melhor do que o estapafúrdio Donald Trump.

Vale a pena conferir.


Se o vídeo não abrir, acesse https://youtu.be/VGkC08I37xE

Confira minhas atualizações diárias sobre política em www.cenario-politico-tupiniquim.link.blog.br/
Postar um comentário