sexta-feira, 8 de junho de 2012

ANTIVÍRUS GRATUITOS X PAGOS e humor


Segurança é um hábito e, como tal, deve ser cultivada.
Postagens sobre segurança digital não faltam aqui no Blog, mas eu volto a focá-la sempre que surge um fato novo ou relevante. Desta feita, o post se deve a um (controverso) artigo publicado na edição deste mês da revista norte-americana CONSUMER REPORTS (similar à nossa PROTESTE), segundo o qual os usuários domésticos comuns não precisam gastar dinheiro para proteger seus sistemas.
Em conjunto com a International Consumer Research & Testing, a revista testou 18 softwares de segurança (14 pagos e 4 gratuitos) quanto à facilidade de uso, eficácia, exigências e velocidade na varredura, dentre outros aspectos, e recomendou aos consumidores que utilizassem os freewares Avira Free Antivirus, AVG Anti-Virus Free 2012, Avast Free Antivirus e Microsoft Security Essencials, nessa ordem, para proteger seus sistemas.
Claro que, em tese, o usuário estará melhor protegido se adotar uma suíte de segurança (especialmente se o ela contar com representantes locais, facilitando o acesso ao suporte técnico) que geralmente oferece maior amplitude de recursos e minimiza o risco de incompatibilidades, além de ser mais simples de instalar, atualizar e utilizar.
Sem embargo de ter avalizado os softwares gratuitos envolvidos no teste, a publicação reconheceu que as opções comerciais se saíram melhor em relação a golpes deflagrados via Rede (nesse quesito, os melhores resultados foram os (pagos) G Data Internet Security 2012, ESET Smart Security 5, Norton Internet Security 2012, F-Secure Internet Security 2012, BullGuard Internet Security 2012 e Trend Micro Titanium Internet Security 2012), e que o Kaspersky Security 2012 e o BitDefender Internet Security 2012 dividiram a primeira colocação.

Passemos agora ao nosso tradicional humor de final de semana:


Certa feita, perguntado por um repórter se as belíssimas jovens com quem era frequentemente visto gostavam realmente dele, o octogenário Rei da Soja Olacyr de Moraes respondeu:
- Quando vou ao restaurante e peço uma lagosta, a última das minhas preocupações é se ela gosta de mim; eu simplesmente como, pago a conta e ponto final.

Bom f.d.s. a todos.
Postar um comentário